sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Dançando com a vida

Mesmo quando a estrada parece se desfazer na sua frente, ainda é tempo de reconstruir o seu próprio chão com os sonhos que leva no bolso.
Mesmo quando o roteiro se perde nos atalhos e imprevistos do acaso, ainda existe milhões de possibilidades, de caminhos e alternativas.
Somos seres criativos, capazes de nos adaptar, transformar e criar novos meios de encarar uma mesma situação.
Nas descobertas repentinas moram situações estranhamente prazerosas, acredite.
A vida nos conduz por vias misteriosas e cheias de lições, basta estar atento.
Mesmo no pior dos erros, na pior das frustrações, em algum lugar existe uma mensagem, uma janela aberta, um benefício. Imediato ou a conta gotas.






segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Nuances do tempo

Em toda a trajetória do homem, o tempo sempre foi um instrumento transformador, capaz de edificar e restabelecer valores conforme ele passa. Seja em períodos de intempéries ou em eras de glórias, é a oscilação da vida e do tempo que permite ao homem tomar para si a capacidade de superação e a maturidade para saber sair da ‘zona de conforto’ quando é preciso. É certo que somos reflexos das nossas experiências.A grande diferença entre um sábio e um ignorante está justamente na habilidade de lidar com os imprevistos e a aptidão de ser resiliente diante das transformações ‘obrigatórias’ exigidas pela vida.
Na linha do tempo, as experiências do passado e presente nos servem de referenciais para projetarmos o futuro, é através delas que nos tornamos mais flexíveis e tolerantes com situações que as vezes tentam nos cortar caminho e destruir o que há de mais precioso em nós: a esperança. Esperança de alcançar nossos sonhos, nossas metas e prioridades. A vida nos ensina todos os dias um pouco do que realmente tem valor, lapidando nosso senso moral a cada decepção e a cada perda. No manual da vida não há receita pronta, mas os ingredientes os quais usamos para viver são fundamentais para determinar o resultado final. A velha máxima que diz que "é vivendo que se aprende" é uma paráfrase de tudo aquilo que discorre aos nossos olhos sempre que levamos uma rasteira da vida. E via de regra sempre levantamos mais fortes e maduros, abertos a mudanças, as quais são tão necessárias para construirmos nosso verdadeiro eu.
O tempo para muitos é remédio, é conforto, é ansiedade, ou mesmo vontade de ter de volta todos àqueles bons momentos vividos e os ruins para sempre esquecidos. A verdade é que o poder de transformação que adquirimos durante os anos de vivência são resultado do bom e do ruim, do triste e do alegre, das vitórias e derrotas, enfim, do conjunto de contradições as quais a vida nos submete. “O tempo é rei, a vida uma lição”. Na escola da vida, só se aprende vivendo.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

O caminho encantado do aprender

É bem comum no imaginário do homem ocidental, acreditar que o cérebro é um órgão imutável, e que os neurônios ao longo do tempo tendem a diminuir consideravelmente, em quantidade e eficiência; e por isso, frases como "já estou velho pra isso" ou "é tarde pra aprender aquilo" são frequentemente escutadas quando é proposto algo novo para um adulto. De fato, sabemos que  quando crianças, sobretudo entre o período de 2 a 7 anos, temos uma incrível capacidade de captar novas informações do meio externo e efetivar novos comportamentos. No entanto, não podemos esquecer que nosso cérebro é um órgão plástico, vivo e pode transformar as suas próprias estruturas e funções, mesmo em idades avançadas. Graças a neuroplasticidade - capacidade do cérebro de agir e reagir à medida que experimentamos uma mudança em nosso ambiente ou desenvolvemos uma habilidade - podemos afirmar que aprender é um verbo para todos, a qualquer momento e em todas as idades! Desfrutar do momento presente e procurar extrair lições, desenvolver habilidades, corrigir posturas e arriscar um novo hábito são coisas que fazem da vida mais plena e cheia de significados. Quando nos permitimos experimentar alguma situação nova, seja aprender a tocar um novo instrumento, se inserir em um novo esporte, ler livros de um gênero que não costuma ler, ou mesmo dormir de um lado diferente da cama, criamos novas conexões neurais, exploramos nosso potencial desconhecido, e isso é fantástico! Desse modo, nossas perspectivas também mudam, nossa bagagem de informações e filtros que enxergamos o mundo se modificam, reeditando nossa subjetividade. O aprendizado é um processo transformador, capaz de expandir fronteiras, construir ideais, e nos conduzir a horizontes inexplorados! Viver e aprender! :)





quinta-feira, 21 de maio de 2015

Aprender com os ciclos

Embora muitas vezes o caminho pareça tortuoso, árido e impermeável às nossas vontades e expectativas, os maiores aprendizados ocorrem quando somos colocados face-a-face com nosso verdadeiro "ser", e todas as virtudes e defeitos, medos e ambições, que de fato, fazem parte de nós. Assim como a natureza respeita o tempo de escassez e grandes esforços com resignação e paciência, também deveríamos ter uma postura confiante diante dos desafios impostos pela vida. Tenhamos a resiliência das árvores, que mesmo se encurvando durante uma ventania, no cessar da turbulência retorna a sua condição natural. Ser forte vai além do aspecto físico, ser forte é ter em si uma enorme vontade de vencer, seja qual for a situação, é acreditar até o fim que podemos fazer algo pra tornar a realidade mais leve, por mais difícil que pareça, é crer na grandeza do Universo, como a sabedoria superior que rege todas as coisas, e que nos resgata do abismo ilusório do ego, com uma luz no fim do túnel, ou em outras palavras, a resposta que buscamos para uma determinada situação. A verdade é que precisamos respeitar os ciclos da vida, eles são necessários. Essa aparente “dança da vida” é o que nos faz continuar caminhando. Está tudo em movimento, um eterno movimento, que oscila entre caos e ordem, e assim segue. Somos como um pedaço de carvão bruto na natureza, que ao longo de sua existência vai se transformando em um lindo diamante, mas não sem antes passar por diversas condições climáticas, variações de pressão, desgastes, ajustes, tempestades de vento, sol, chuva, poeira e primaveras! Somos lapidados a todo instante, sejamos gratos pela oportunidade de aprender com as situações que exigem um pouco mais de nós! Um pouco mais de paciência, de tolerância, de compreensão, equilíbrio e amor ao fazer as coisas, isso muda tudo. Tempos difíceis são “professores” na escola da vida, que nos conduzem para o melhor que podemos ser, para nós e para os outros!

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Linha da vida

Aos olhos de cada um o mundo se apresenta com um encanto particular.Há quem enxergue cores por trás de um dia cinza e retire lições importantes de situações corriqueiras.A vida é um leque de possibilidades, e se oferece tão bela quanto o coração de quem a desfruta ou tão amarga quanto o olhar de quem a desperdiça.Criamos nossa realidade.Intenções,pensamentos e ações devem estar em sintonia para que as ideias do plano sutil se manifeste no plano material.Trocamos energia o tempo todo com o meio, portanto, sempre existe a possibilidade de transformarmos nossa realidade,com bons pensamentos,boas vibrações e presença de espírito.Seja inteiro,preze pela sua realização pessoal e transborde, o mundo precisa de sentimentos nobres.Cade ser é único e perfeito em suas imperfeições.Caminhamos todos em direção a evolução do ser.Cada um no seu tempo e do seu modo.

terça-feira, 7 de outubro de 2014

A beleza do acaso

Sabe aqueles momentos em que a vida te surpreende de forma inesperada? Aquela sensação prazerosa de que o acaso sorriu pra você? Aquele dia em que você sai de casa com certos roteiros prontos e de alguma forma o universo te tira da rotina te submetendo à experiências que tocam a alma? Estou falando de "serendipity", um termo criado por um escritor americano que consiste, essencialmente, em fazer descobertas positivas sem estar procurando.Uma música nova que te emociona, uma conversa alto astral com alguém que você acabou de conhecer, um caminho diferente que te leva a um novo destino, um imprevisto no trânsito que te faz conhecer alguém especial, experimentar algo que nunca comeu antes e descobrir que é sua comida preferida.Enfim, os encantos que determinadas situações despertam em nós é fruto da imprevisibilidade da vida, e essas reviravoltas inesperadas preenchem-nos de prazeres sutis e edificantes.E cá entre nós, como é bom fazer novas e boas descobertas né?! rs
 A capacidade de perceber e tirar proveito de um evento fortuito promissor requer uma mente alerta e flexível.Estar aberto às surpresas que a vida tem a nos oferecer todos os dias é uma excelente oportunidade de passar a enxergar o mundo como um eterno leque de possibilidades, que sempre encontra uma maneira de descortinar nossos paradigmas e enriquecer nossos olhares perante à vida !!! 
SERENDIPITY A TODOS NÓS!

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

O poder do amor

Todos os olhares que já dei para a vida me fizeram alimentar uma certeza: o amor é a única força capaz de transformar o caos em ordem, a tristeza em alegria, o cinza em arco-íris, a mágoa em perdão, tempestade em bonança.As experiências que trago na bagagem me afirmam sempre isso, mesmo na pior das hipóteses, me fazem pensar bonito. Meus olhos brilham em saber que ainda que estejamos rodeados de problemas que tentam nos tirar do eixo, sempre há um solo ávido por fertilizar a semente do amor.Sim, o amor é a arma mais poderosa que dispomos hoje para efetuar algum tipo de transformação pessoal ou coletiva, o amor é o combustível da vida, onde quer que ele se faça presente, é sempre contagiante!